E-BOLETIM
Informação no seu e-mail
NOME
E-MAIL

CADASTRAR SAIR

voltar topo

Notícias

Enviar esta notícia Imprimir esta noticia

fechar

ENVIAR NOTÍCIA
Nome do amigo
E-mail do amigo
Seu nome
Seu e-mail

07/03/2010

O Terceiro Encontro de Agroecologia das Terras Altas da Mantiqueira- primavera de 2009


Autor: Luiz Mida
e-mail: projeto@serradopapagaio.org.br

Ao longo de trs anos o Encontro de Agroecologia de Montanha vem mostrando ser um momento especial para a regio das Terras Altas da Mantiqueira encontrar sua verdadeira vocao produtiva e social.

(ver fotos de baixo para cima)

 


A terceira edição do Encontro Regional de Agroecologia de Montanha aconteceu em outubro de 2009, no vale do Matutu, reunindo aproximadamente 250 participantes, vindos  de 14 municípios das Terras Altas da Mantiqueira.
Ao longo desses três anos, o encontro teve uma qualidade crescente ,sendo que em 2009, segundo a avaliação de vários participantes, ele se consolidou na região como um momento de troca de experiências, construção coletiva de conhecimento e divulgação da agroecologia como a melhor alternativa de produção agrícola para a região.

Esse ano, tendo como tema a Água e suas relações no agroecossistema, o encontro reservou espaço para os palestrantes Dr. Maurício Fernandes, da EMATER-MG falar sobre produção de água e o Dr. Bergson Guimarães, Curador  da Promotoria de Meio Ambiente da Bacia do Alto Rio Grande que abordou dentro  da Filosofia Ambiental  a Água e a ética do uso dos recursos naturais.

No primeiro dia ainda houve a Feira de Experiências e Iniciativas Rurais Agroecológicas - a F.E.I.R.A. -que consistiu em breves apresentações, por parte dos produtores, de 20 experiências locais e uma exposição de banners sobre os relatos.Destaque especial para a experiência de cultivo de oliveiras (olivocultura), com uma palestra realizada, á noite, pelo Prof. Breno dos Santos, do Olival Santa Maria, no Gamarra, Baependi. O Olival Santa Maria pretende tornar-se uma referência regional para formação de um cinturão verde no entorno do Parque Estadual da serra do Papagaio. Espera-se que nos próximos anos a FEIRA possa ser um dos principais espaços do Encontro de Agroecologia de Montanha.

No segundo dia, os esperados minicursos foram além das expectativas, com grande participação e conteúdos de real interesse aos produtores. Na avaliação da maioria, esses minicursos podem ser mais aprofundados , reservando-se, no mínimo, um dia inteiro para os mesmos.

O clima cultural e de acolhimento permeou todo os dias do Encontro, embalado por várias iniciativas que existem no Matutu. A Companhia de Teatro Matutu, dirigida por Fernanda Mendonça, apresentou uma adaptação agroecológica do mito de Deméter durante o jantar. As refeições coletivas aconteceram ao ar livre, preparadas pelo Café da Roça, uma iniciativa de mulheres  locais coordenada pela organização Broto Brasilis .  Dezessete estudantes da Escola Serra do Papagaio,  integraram o Apoio Jovem, grupo empenhado em produzir e executar várias tarefas  do Encontro, e, em especial manter o espírito de hospitalidade  com os visitantes. A hospitalidade também foi oferecida por grande parte dos moradores e pousadas do Matutu que receberam em suas próprias casas os participantes, criando  intercâmbio e amizade com os visitantes.

No que já vem se tornando uma tradição, o Encontro encerrou-se com um momento geral de troca de sementes. Mais um impulso para o banco de sementes crioulas das Terras Altas da Mantiqueira, iniciado em 2008. Durante o almoço, os semeadores apresentaram suas contribuições e distribuíram generosamente entre os interessados, entre trocas de abraços, despedidas e promessas de volta  e reencontro no próximo ano!
A realização e continuidade do Encontro de Agroecologia de Montanha das Terras Altas da Mantiqueira, junto com a energia criativa e entusiasmada em torno das novas (e tradicionais) práticas ecológicas, traz também um significado especial no que se refere a parceria de seus realizadores, a Fundação Matutu, Emater, Prefeitura de Aiuruoca , APA Serra da Mantiqueira e com fundamental apoio do SEBRAE.

 Ele demonstra como que sociedade civil organizada, orgãos estaduais e federal e poder executivo municipal podem trabalhar articulados, construindo e apoiando  um desenvolvimento sustentável para a região.

Em breve, como nos anos anteriores será lançado o Terceiro Caderno de Agroecologia de Montanha “Uma Mudança de Altitude”, registrando mais um passo rumo a implantação da Agroecologia na Serra da Mantiqueira. Os dois primeiros cadernos encontram-se disponíveis para dowload no site www.serradopapagaio.org .br na sessão de arquivos.
 

topo
Comunidades Serra do Papagaio

Todos os direitos reservados - Projeto Para Gestão Integrada do Parque da Serra do Papagaio e Seu Entorno
Responsabilidade legal: Fundação Matutu - © Junho/2008 - CRÉDITOS - WEBMASTER